Painel

Painel

Ultimas!

Mistério do vôo MH370: Avião sumido caiu no oceano indico afirma a Malásia.


A companhia aérea  Malaysia Airlines mandou nesta segunda-feira (24) uma mensagem de texto por celular para os familiares das 239 pessoas a bordo do avião desaparecido que, de acordo com as mais recentes informações, caiu no Oceano Índico.
Ainda segundo a empresa e o primeiro-ministro da Malásia, Najib Razak, não houve sobrevivente.
"A Malaysia Airlines lamenta com enorme pesar que temos de presumir, além de toda e qualquer dúvida razoável, que o voo MH370 realmente se perdeu e não há sobreviventes entre os que estavam a bordo", confirma a mensagem de texto enviada pela companhia Aérea aos parentes dos passageiros.
A Malaysia Airlines notificou via SMS momentos antes da coletiva de imprensa em que o premiê da Malásia fez o anúncio oficial afirmando que o Boeing 777 caiu o Oceano Índico. A informação foi concluída com base em uma nova análise de dados de satélite, que apontaram que a última localização do avião foi no sul do Índico.

 “Baseando-se em novas análises, podemos afirmar que a última posição do MH370 foi no meio do Oceano Índico. Essa é uma região remota, longe de qualquer possível local de pouso. Com muita tristeza, eu devo notificar que, de acordo com novos dados, o voo acabou no sul do Oceano Índico", concluiu Razak.

O premiê da Malásia não confirmou, entretanto, que os novos objetos encontrados no mar nesta segunda-feira, por aviões chineses e australianos, possam ser os destroços do voo MH370. Os objetos foram vistos em uma área 2,5 mil km ao sudoeste da cidade litorânea de Perth, na Austrália. As buscas na região continuam sem cessar.

De acordo com Razak, análises de imagens de satélite e novos dados mostram que a última posição do avião foi a oeste de Perth.
"Lamentamos profundamente que temos que assumir, sem nenhuma sombra de dúvida, que o voo MH370 se perdeu e nenhuma das pessoas a bordo conseguiu sobreviver. Nós devemos agora aceitar todas as evidências que sugerem que o avião caiu no sul do Oceano Índico", finalizou o premiê.


Nenhum comentário

Comente aqui a sua opinião sobre a matéria ou sobre o Blog: